Dicas para se manter motivado

Mantenha sua motivaçãoAo longo da nossa vida e em diferentes cenários, por vezes, vimos a nossa motivação a sofrer abalos. Sentimo-nos sem energia, algumas coisas parecem perder significado e com isso a nossa alegria diminui, instala-se um abatimento que queremos que desapareça. Ficamos temporariamente paralisados numa espera indefinida. Emerge uma angústia que nos retira capacidade de perspetivar cenários positivos.  A nossa mente é invadida por cenários catastróficos que nos empurra a edificarmos uma teoria da conspiração contra nós próprios (por vezes sem plena consciência).

Se você se encontra numa situação semelhante, certamente pretende aumentar a motivação. E isso é objetivo grandioso e promotor de bem-estar e satisfação na vida. A motivação é uma chave importante para o sucesso, mas muitas pessoas acham difícil resgatar a motivação e permanecer motivado. O que muitas pessoas me relatam, é que apesar de conseguirem resgatar a sua motivação e andarem animados durante  duas ou três semanas, aos poucos os níveis motivacionais vão diminuindo. E com este decréscimo a pessoa perde ímpeto para a ação. A pessoa funde-se ao sentimento de abatimento que vivência e com isso toda a sua vida é afetada negativamente.

O que fazer para aumentar a motivação e acima de tudo conseguir mantê-la?

Assim que você esteja na posse de um conjunto de emoções positivas que influenciam construtivamente os seus pensamentos e consequente motivação, você está pronto para começar a tomar medidas no sentido de chegar mais perto dos seus objetivos. Permita que os seus sentimentos e pensamentos positivos o impulsionem. Uma vez que você tenha o hábito de praticar melhores pensamentos e sentimentos, com o tempo, estar motivado torna-se parte de você.

É no entanto importante que perceba, que no momento que sentir a sua motivação abalada tem de rapidamente virar-se para a ação. Tem de fazer as coisas que julga ter de fazer para obter o que quer. Tem de movimentar-se de acordo com o seu plano e estratégias previamente pensadas.

Dou algumas dicas que podem aumentar e manter a motivação e consequentemente ajudar a alcançar os seus objetivos:

  1. Estabeleça um objetivo específico
  2. Planifique e estabeleça uma estratégia
  3. Potencie a sua motivação
  4. Faça o que é necessário ser feito
  5. Trabalhe a sua força de vontade e autodisciplina
  6. Mantenha-se firme e persista
  7. Espere o melhor e alcance-o

Enfim, o mais importante é trabalhar sempre sua auto estima e sua auto confiança e lembre: seus pensamentos criam…sempre!!

psiquismodesmistificado

Você tem seu valor

Certo dia, um Samurai, que era um guerreiro muito orgulhoso, veio ver um Mestre Zen. Embora fosse muito famoso, ao olhar o Mestre, sua beleza e o encanto daquele momento, o samurai sentiu-se repentinamente inferior. Ele então disse ao Mestre:- Por que estou me sentindo inferior?Apenas um momento atrás, tudo estava bem. Quando aqui entrei, subitamente me senti inferior e jamais me sentira assim antes. Encarei a morte muitas vezes, mas nunca experimentei medo algum.Por que estou me sentindo assustado agora?O Mestre falou:- Espere. Quando todos tiverem partido, responderei. Durante todo o dia, pessoas chegavam para ver o Mestre, e o samurai estava ficando mais e mais cansado de esperar. Ao anoitecer, quando o quarto estava vazio, o samurai perguntou novamente:- Agora você pode me responder por que me sinto inferior?O Mestre o levou para fora. Era um noite de lua cheia e a lua estava justamente surgindo no horizonte. Ele disse:- Olhe para estas duas árvores, a árvore alta e a árvore pequena ao seu lado. Ambas estiveram juntas ao lado de minha janela durante anos e nunca houve problema algum.

A árvore menor jamais disse à maior: Por que me sinto inferior diante de você?
Esta árvore é pequena e aquela é grande – este é o fato, e nunca ouvi sussurro algum sobre isso.O samurai então argumentou:- Isto se dá porque elas não podem se comparar. E o Mestre replicou: Então não precisa me perguntar. Você sabe a resposta.
Quando você não compara, toda a inferioridade e superioridade desaparecem.Você é o que é e simplesmente existe.
Um pequeno arbusto ou uma grande e alta árvore, não importa, você é você mesmo.Uma folhinha da relva é tão necessária quanto a maior das estrelas. O canto de um pássaro é tão necessário quanto qualquer Buda, pois o mundo será menos rico se este canto desaparecer. Simplesmente olhe à sua volta.Tudo é necessário e tudo se encaixa. É uma unidade orgânica, ninguém é mais alto ou mais baixo, ninguém é superior ou inferior. Cada um é incomparavelmente único. Você é necessário e basta. Na Natureza, tamanho não é diferença. Tudo é expressão igual de vida.

Então vamos praticar a auto-estima e auto-confiança:

*HONESTIDADE – seja, acima de tudo, honesto com você mesmo. Todos têm vulnerabilidades, mas também pontos fortes. Identifique-os e aprenda a lidar com eles.

*PENSE – modifique sua forma de pensar. Não seja derrotado MENTALMENTE.

*VIGIE seus pensamentos. Deixe lugar apenas para o OTIMISMO

*CREIA – Você pode modificar seus comportamentos. Basta ACREDITAR.

*SUPERE – vença suas fraquezas e potencialize suas QUALIDADES.

*FAÇA seu melhor, pois você sempre será capaz, mas…..

*RESPEITE a si mesmo – não exija a PERFEIÇÃO. Não cobre tanto de si mesmo.

*Estabeleça seus OBJETIVOS. Mas não se compare aos outros.

VOCÊ É VOCÊ !!
GOSTE DE SI MESMO !!
VOCÊ TEM SEU VALOR !!

Sopram ventos

“Às vezes ouço o vento passar;
E só de ouvir o vento passar,
Vale a pena ter nascido”
                                      Fernando Pessoa
Um fazendeiro possuía terras em uma região muito fértil, porém sujeita a tempestades terríveis. Ele constantemente anunciava estar precisando de empregados, mas a maioria das pessoas estava pouco disposta a trabalhar em fazendas daquela região, pois temiam as horrorosas tempestades que faziam estragos nas construções e nas plantações.
Procurando por novos empregados, ele recebeu muitas recusas. Finalmente, um homem baixo e magro, de meia-idade, se aproximou do fazendeiro.
– Você é um bom lavrador? Perguntou o fazendeiro.
– Bem, eu posso dormir enquanto os ventos sopram. -respondeu o pequenino homem.
Embora confuso com a resposta, o fazendeiro, desesperado por ajuda, o empregou. O pequeno homem trabalhou bem ao redor da fazenda, mantendo-se ocupado do alvorecer até o anoitecer e o fazendeiro estava satisfeito com o trabalho do empregado.
Então, uma noite, o vento uivou ruidosamente. O fazendeiro pulou da cama, agarrou um lampião e correu até o alojamento dos empregados. Sacudiu o pequeno homem e gritou:
– Levanta! Uma tempestade está chegando! Amarre as coisas antes que sejam arrastadas!
O pequeno homem virou-se na cama e disse firmemente:
– Não senhor. Eu lhe falei, eu posso dormir enquanto os ventos sopram.
Enfurecido pela resposta, o fazendeiro estava tentado a despedi-lo imediatamente. Em vez disso, ele se apressou a sair e preparar o terreno para a tempestade. Do empregado, trataria depois.
Mas, para seu assombro, ele descobriu que todos os montes de feno tinham sido cobertos com lonas firmemente presas ao solo. As vacas estavam bem protegidas no celeiro, os frangos nos viveiros, e todas as portas muito bem travadas. As janelas bem fechadas e seguras. Tudo foi amarrado. Nada poderia ser arrastado.
O fazendeiro então entendeu o que seu empregado quis dizer, então retornou para sua cama para também dormir enquanto o vento soprava.

Quando se está preparado, fisica, mental e espiritualmente, você não tem nada a temer.
Eu lhe pergunto: você pode dormir enquanto os ventos sopram em sua vida?

E porque isso José?

José sempre teve um desejo. Queria ter filhos.
Trabalhava muito e quase não descansava.
Agora José não é mais o mesmo de outrora.
Vive com medos e pensamentos ruins.
A insegurança o maltrata.
Os pensamentos lhe afligem.
Tanto queria carregar um filho nos braços.
E agora José não tem coragem.
Seus pensamentos o condenam.
Tem medo de si.
Culpado! Culpado! Gritam-lhe os pensamentos.
-Mas José, porque tem medo?Porque a culpa?
-Não sei! Acho que posso fazer mal.
-E porque isso José?
-Não sei quem sou, tenho medo de mim.
E agora José terá uma batalha.
Talvez a mais difícil de todas.
José tem que vencer a si próprio.
Superar suas inseguranças e medos.
Vencer seus bloqueios e traumas.
Melhorar sua auto-confiança
E seus pensamentos?
-Ora bolas!! São apenas frutos de sua mente.

Davi e Golias

Dia desses, à beira de um rio, estava admirando a tranquilidade e a beleza do local.
Algo, de repente, chamou-me a atenção do outro lado do rio. Havia um  grande gavião sobrevoando insistentemente uma árvore. Fiquei observando curiosamente, sem compreender o que pretendia. 
No mesmo instante enxerguei dois beija-flores ( creio que fosse um casal ) voando alucinadamente ao redor desse gavião. Deduzi que estariam protegendo seu ninho. Foi mais uma cena fantástica e inesquecível da natureza. A batalha durou, creio, uns 10 minutos. O gavião subia e descia como uma flecha. Fazia curvas e voltava ao mesmo ponto. Mas os beija-flores estavam ali, voando insistentemente, batendo suas asinhas com tamanha rapidez que era impossível enxergá-las. Às vezes parecia que atacavam o gavião, outras pareciam apenas circular ao seu redor. Que cena inesquecível !! Como pode um pequenino beija-flor encarar um enorme gavião de peito aberto? É impossível, não é mesmo? A pata do gavião era maior do que o beija-flor. Mesmo assim, inacreditavelmente o gavião foi embora. Ele desistiu!!…desistiuuuu.
Fiquei ali divagando sobre o acontecido, enquanto mal enxergava o gavião desaparecendo, como uma silhueta distante contra o brilho ofuscante do céu, contrapondo-se à dança alegre dos beija-flores. E tenho certeza que estavam alegres. Muito alegres.
Por que o gavião desistiu? São aves fortes, de grande envergadura, rápidas, caçadoras destemidas.
Mas e o beija-flor? Tão pequenino e delicado, mas extremamente ágil.
O tamanho e a força não foram suficientes para sobrepujar os beija-flores. Foram corajosos, destemidos.
Não se detiveram diante da imponência do inimigo. Ousaram e acreditaram. Sua auto-confiança venceu a batalha.
Ninguém jamais consegue qualquer coisa de importância se não aproveitar de seus potenciais. O potencial que existe em nós só vai se manifestar diante das adversidades da vida, e, quanto maiores, mais eficientes nesse sentido, desde que tenhamos as atitudes corretas.
As adversidades ou frustrações poderiam ser gigantes a vencer. Prefere chorar e correr? Que tal fazer como o beija-flor?


Acreditar e Caminhar

Diz o mestre a seu discípulo:

– Quando você começar seu caminho, vai encontrar uma porta com uma frase escrita. Volte e me conte qual é esta frase.

O discípulo se entrega de corpo e alma à sua busca. Chega um dia em que vê a porta, e volta até o mestre.

– Estava escrito ISSO NÃO É POSSÍVEL, diz.
– Onde estava escrito isso? Num muro ou numa porta? – pergunta o mestre.
– Numa porta – responde o discípulo.
– Pois pegue a maçaneta e abra a porta.

O discípulo obedece e retorna à porta. Como a frase está pintada na porta, agora totalmente aberta, o discípulo já não consegue mais enxergá-la e segue adiante.

É hora de acreditar em nossos sonhos e começar nossa caminhada, pois quando atingirmos nossos objetivos nada mais será impossível!