Deixa o barro secar

Uma vez uma menina ganhou um brinquedo no dia do seu aniversário.
Na manhã seguinte, uma amiguinha foi até sua casa para lhe fazer companhia e brincar. Mas a menina não podia ficar com a amiga, pois tinha que sair com a mãe.
A amiga pediu que a menina a deixasse ficar a brincar com o seu brinquedo novo até que ela voltasse. Ela não gostou muito da ideia, mas por insistência da mãe, acabou por aceitar.
Quando voltou para casa, a amiguinha já não estava lá e tinha deixado o brinquedo fora da caixa, todo espalhado e quebrado.
Ela ficou muito brava e queria ir até à casa da amiga para pedir satisfações no mesmo instante.
Mas a mãe ponderou:
– Lembra-te daquela vez que um carro meteu lama no teu sapato?

–Quando chegaste em casa querias limpar imediatamente aquela sujeira, mas a tua avó não deixou.

–Ela disse que tu deverias primeiro deixar o barro secar. Depois, seria mais fácil limpar!
E prosseguiu dizendo:
– Com a raiva é a mesma coisa. Deixa a raiva secar primeiro, depois será bem mais fácil resolver tudo.
A seguir a campainha tocou, era a amiguinha .
-Toma este brinquedo novo, não foi culpa minha, mas sim de um menino invejoso que por maldade estragou o brinquedo quando eu brincava com ele no jardim.
E a menina respondeu:
– Não faz mal, minha “raiva” já secou!

Discussões no dia-a-dia, nos relacionamentos e no trabalho podem levar as pessoas a ter sentimentos de raiva. Segure seus ímpetos, deixe o barro secar para somente depois limpa-lo. Assim você não corre o risco de cometer injustiças.